♥ Amália Rodrigues - 1920/1999 ♥

♥ Amália Rodrigues - 1920/1999 ♥
"Quando eu morrer façam o favor de chorar por mim !" Amália Rodrigues

Pelo tempo das cerejas de Mário Raínho

Pelo tempo das cerejas de Mário Raínho

domingo, 6 de outubro de 2013

Tantas saudades ...



2 comentários:

  1. Por Amália
    6 de Outubro

    É triste isto que sinto
    E se jurar que não minto
    Podem crer que é verdade...
    Foi-se a Diva do Fado
    Mas ficou sempre gravado
    O tamanho da Saudade.

    Saudade faz-se do luto,
    De um frio aqueduto
    Por onde a lágrima corre;
    A Divina Providência,
    Vela com sua clemência,
    E a Diva nunca morre.

    E p'lo Fado, Maior Canção,
    Foi Deus, que lhe deu a mão,
    P'ra cantar no Paraíso...
    E eu, pobre de mim,
    Que não sei cantar assim...
    Dou-lhe apenas o sorriso.

    Grande Amália Fadista!
    O mundo inteiro conquista
    Com seu Fado, a toda a hora:
    "Ó gente da minha terra"
    Quando a lágrima descerra
    A ovação vem sem demora.

    Rosa Silva ("Azoriana")
    6/10/2008

    ResponderEliminar